May 19, 2022

The Catholic Transcript

Complete News World

Varejista coloca alerta ao vender Playstation 5: 'Cuidado!  Microsoft comprou a Activision!'

Varejista coloca alerta ao vender Playstation 5: ‘Cuidado! Microsoft comprou a Activision!’

Algo que parecia impossível aconteceu na semana passada, a Microsoft anunciou a sua maior compra de todos os tempos, a intensão de incorporar an Activision Blizzard em sua cadeia de estúdios da Xbox Game Studios. Nós já comentamos bastante aqui, sabemos que a king será muito importante no futuro da empresa, mas o Xbox com Call of Duty em maos deixa muitos donos de Playstation 4 ou 5 de cabelo em pé.

Um exemplo disso é que a varejista europeia Cor já começou an alert nas prateleiras de sua joga que a Microsoft comprou a Activison. Ocorre que, acreditamos que a maiorias dos gamers não acompanham sites de notícias, e Call of Duty é o jogo mais vendido no Playstation e seu free-to-play é um dos mais jogados.

Abaixo, confira a mensagem:

“Aviso aos jogadores, a Microsoft comprou an Activision! Escolha seu console com cuidado (Call of Duty)”.

A Microsoft afirmar que tem o “desejo” de manter o Call of Duty no Playstation 5, e respeitar os acordos selados antes da aquisição. Note, essa novela não é nova e já vimos com a Bethesda, a Microsoft respeitou acordo como Deathloop e Ghostwire Tokyo e manteve todos os jogos da Bethesda na plataforma do Playstation. Porém, os próximos jogos foram cravados como exclusivos, por exemplo, Redfall e Starfield.

Por tudo isso, Call of Duty tem uma legião de fãs e é um jogo muito amado, então a varejista já alertou para que caso você goste de FPS, talvez seja melhor reconsiderar sua compra. Se você Ainda assim comprar agora, não poderá reclamar no futuro.

See also  Google removes apps that record calls from Play Store

A Cora tem mais de 60 lojas na França e mais 20 na Romênia, Bélgica e Luxemburgo. Isso mostra como essa compra grandiosa pode ter reflexos graves para a Sony. Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos.

O que vocês acharam da atitude do varejista? É um alerta justo? Deixe sua opinião abaixo.

Fonte